Postagens

Amamentação: Uma postagem de peito

Imagem
A Eloísa chegou em nossas vidas em um dos dias mais frios do ano, esperávamos ansiosamente pelo parto normal, mas ela chegou através de um parto cesariano. Depois de rompida a bolsa, aguardamos algumas horas e seguimos para a maternidade, lá foi feita a cirurgia e em poucas horas estávamos com a nossa pequenininha nos braços. Já contei toda essa história em detalhes num post beeem polêmico(aqui).

Mas e a amamentação?!?! Bom, a cesariana da Eloísa não foi daquelas onde escolhemos, o dia, a hora, o signo do bebê... De qualquer forma, com ou sem a intervenção médica, ela nasceria naquele dia já que eu já tinha entrado em trabalho de parto, meu corpo estava preparado para recebê-la e fornecer todos os nutrientes de que ela precisasse.
É assim foi... Colocamos ela no peito no primeiro dia, mas  não se mostrava tão interessada assim, ofereci a mama várias vezes até  aceitar e realmente começar a sugar, ela era um recém nascido extremamente calmo, fiquei com aquele pacotinho grudadinho em mi…

Quando o ano chega com tudo...

Imagem
Tá bom... eu sei que não escrevo há meses... mas aconteceu tanta coisa, mas tanta coisa que nossa vida revirou e pensei que não escreveria mais. Vamos aos fatos... depois que nossa família aumentou consideravelmente em 2016, já que ganhamos um bebê e um cachorro gigante, tudo mudou e as 24 horas do dia passaram a não ser mais suficientes. A última vez que apareci aqui foi no finalzinho de setembro e depois disso o mês de outubro voou, eu sinceramente nem sei o que fiz nesse tempo... já era novembro, mês do aniversário do Caetano (com todos os preparativos para a festa na escola)...

...e de repente era dezembro e esse já chegou com a notícia de que mudaríamos outra vez. Tudo assim... na velocidade da luz. As férias não aconteceram, voltamos pra Poços para as festas e só. Já era hora de encaixotar tudo. Junto com as caixas o medo da novidade e a ansiedade para mais uma vez ter a oportunidade de conhecer novos lugares e novas pessoas. Deixamos Lavras com o coração partido por tantos bons…

A fórmula mágica para criar filhos

Imagem
Uma das coisas que eu mais invejo são as pessoas que caminham com seus cães sem usar a guia, aquilo, pra mim, é mágico é algo que eu sempre sonhei. Tive cachorro a vida inteira e eles correm, pulam e fogem feito loucos! E eu grito, corro e me descontrolo...
Se não consigo controlar meus "filhos caninos" imagina agir de forma equilibrada com o Caetano correndo dentro do supermercado ou na rua, por exemplo?!?! Rsrsrs é um tremendo "Deus nos acuda"! Grito daqui, resmungo dali, puxo pela mão, faço ameaças, entro em pânico... Vejo todo mundo ao meu redor agindo como seres humanos normais enquanto eu estou ali, doida...

Todos os dias nas redes sociais, na fila do supermercado, no ônibus, na pracinha, nos telefonemas e nas visitas, milhões de "profundos conhecedores do universo infantil" com fórmulas que são verdadeiros milagres para criação dos filhos. Todo mundo sabe, menos você. 
Outro dia assistindo uma palestra no YouTube, ouvi uma frase que me chamou a at…

Amor de irmão

Imagem
Uma coisa que eu nunca entendi muito bem é esse tipo de amor, filha única (e mimada), passei a vida vendo brigas de irmãos que não se desgrudam! Discutem e se abraçam... Vivem aos beliscões e se perdoam. Quando ficamos grávidos a primeira coisa que fizemos foi contar ao Caetano, não contamos pra mais ninguém só pra ele e conduzimos para que aquele momento fosse só nosso. Falamos sobre o quanto éramos abençoados por ter mais uma criança em nossa casa, que as alegrias seriam em dobro e (o melhor, no ponto de vista dele) os brinquedos também. E assim foi, nunca dissemos que ele perderia nada (e não permitimos que ninguém dissesse) mas que só ganharíamos com essa novidade. Foi assim durante os 9 meses, todos os preparativos, todo enxoval. Para organizar o cantinho do bebê demos uma repaginada no quartinho do Caetano também que ganhou uma pintura nova é uma parede bem bonita. Preparamos nossa vida, nossos corações e a nossa casa para a chegada da nova vidinha. 
Quando chegou o dia do bebê na…

Menos mãe - uma história sobre parto

Imagem
Hoje eu assisti a um programa e a apresentadora comentava com a entrevistada se o tipo de parto faria dela menos mãe. Como assim? Já vou explicar ela usava umas  palavras assim : - Se meu filho não nascer de parto normal e eu tiver que fazer uma cesárea, será que eu serei menos mãe por isso? Isso me tocou fundo...

Quando eu decidi que eu teria a Eloísa de parto normal tudo o que eu ouvia era: Deus me livre, onde já se viu uma coisa dessas, isso é coisa do passado, sentir dor é um absurdo, eu já marquei minha cesárea... o Caetano nasceu de cesárea, ah então a Eloísa também vai.

Logo nas primeiras consultas a médica já havia me dito que caso eu optasse pelo parto normal (sim, podemos escolher esse ou aquele) ela não poderia fazer o parto, esse seria feito pelo médico que estivesse no plantão do hospital. Eu pensei, tudo bem e segui com minha missão. O medo de que o bebê nascesse prematuro e isso acarretasse alguma complicação para ele era muito maior que o medo de qualquer dor. A cesáre…

Ostentação

Imagem
Vou contar alguns segredos... Tenho estrias, celulite, um mês depois do nascimento da Eloísa ainda não consegui entrar em algumas das minhas roupas... Pronto, falei! rsrsrs Todos os dias me deparo com postagens de mães que abrem o jogo e postam fotos de barrigas pós parto gigantes, felizes pelo fato maravilhoso de estarem com os seus bebês saudáveis nos braços. Do outro lado tem  as postagens das mães divas com suas lindas barrigas sem estrias (algumas com um pouquinho de Photoshop)  impondo uma realidade que nós (meros mortais) jamais conseguiremos. No finalzinho da minha gestação vi uma foto linda que me deixou muito feliz, era a foto de uma mulher publicada em um site de notícias, contando da sua experiência na sua segunda gestação, na foto estava ela, ostentando um barrigão com  estrias e a sua filha super sorridente ao seu lado embaixo de uma árvore. Diferente do que vejo por aí, aquela foto me passou muita verdade, sem efeito e sem pose, era real aquele sentimento.

Quantas vezes…

16 dias de descobertas!!!

Imagem
Muito amor por aqui!

Fui a uma consulta no dia 23 de junho, fiz ultrassom e a médica disse que poderíamos esperar pela chegada da bebê até o dia 08 de julho! Fui pra casa, já com uma ansiedade no peito por ter que esperar tanto tempo para conhecer a pequena, mas ela resolveu que nasceria no dia 27! rsrsrs e assim foi! Na manhã do dia 27 às 9:07 pra ser mais exata já estávamos com a filhotinha no colo!


Desde então são 16 dias de muitas descobertas, muitos sorrisos e muita meiguice por aqui. Claro que não sobrou tempo pra vir aqui relatar minha experiência nova, por mais que o maridão ajude e a sogra veio para dar aquela força, ainda estamos nos adaptando a realidade de ter duas crianças em casa.

Curtimos mais, sem aquela tensão que é o primeiro filho. Vemos nela os traços do Caetano com um temperamento totalmente diferente e isso é muito legal, sempre ouvimos que cada filho é diferente, mas não imaginávamos que já perceberíamos isso logo de cara. Temos a oportunidade de dividir os …